COMO FOI: The Vaccines @ Grand Metropole, São Paulo, 18/05/2013

Exatamente um ano e um mês depois, o The Vaccines estava de volta a São Paulo. Um ano parece pouco tempo, mas foi nesse curto espaço de tempo que banda lançou seu segundo álbum (que inclusive foi líder de vendas na semana de seu lançamento),  tocou em vários festivais europeus, abriu o show do The Stone Roses no famoso Hyde Park e ainda fez seu maior show em terras londrinas na O2 Arena. Isso para mencionar só algumas coisas. E foi nesse cenário que a banda retornou ao Brasil. Ainda bradando que “não são ícones adolescentes”, mas foi provado exatamente o contrário, considerando que o público cantava a grande maioria das músicas a plenos pulmões e ovacionavam a banda a cada intervalo de música. Se no ano passado o show já havia sido incrível, nesse ano conseguiu ser ainda melhor.

Certas coisas não mudaram em relação ao ano passado. A banda continua fazendo um show intenso e enérgico, com pouco falatório entre as músicas e um grande dinamismo no palco. Dessa vez a banda parecia bem mais confortável, e a ótima infra-estrutura do Grand Metropole deixou o show ainda mais bonito, tanto visualmente como sonoramente. Dava pra ouvir perfeitamente cada instrumento, em um som límpido que ajudou a comprovar que os rapazes não capricham só em seus trabalhos em estúdio – eles capricham ainda mais quando tocam as músicas a um público cheio de fãs fervorosos e até mesmo de pessoas que conhecem pouco o trabalho deles. Mas independente de quem a pessoa era, se sabia as músicas e b-sides de trás pra frente ou não, uma coisa era certa: o The Vaccines fez todo mundo pular e sair do Grand Metropole com a sensação de ter ido em um universo paralelo e com a vontade de não sair mais dele.


O show teve início com a dobradinha arrebatadora “No Hope” e “Wreckin’ Bar (Ra Ra Ra)”, o que já ditava como seria a noite dali pra frente: explosiva. O público cantou a grande maioria das músicas em uníssono, por vezes até encobrindo a voz de Justin Young. Isso não aconteceu em “Melody Calling”, música nova que ainda não foi lançada oficialmente, mas isso é só uma questão de tempo. De qualquer forma, ela foi bem recebida e logo estará sendo cantada a plenos pulmões pelos fãs.

Consistindo de 21 músicas, o setlist abrangiu praticamente todas as músicas do The Vaccines. Mais uma vez tocaram o debut “What Did You Expect From The Vaccines?” na íntegra, oito músicas do “Come of Age”, a b-side “Tiger Blood” e, como mencionado antes, a novíssima “Melody Calling”. Entre uma música e outra, Pete também arriscou ótimos solos de bateria e Justin disse que se perguntam a ele qual é o lugar favorito para tocar, ele diz Brasil. Se o público gostou tanto de ver a banda de volta, a banda visivelmente também estava gostando de ter voltado.

Dois destaques do show foram a bela “Family Friend”, tocada antes do encore, e “Weirdo”. Ambas estavam sumidas dos setlists há bastante tempo, e “Weirdo” voltou a ser tocada já na turnê pela América do Sul. Nem me arrisco a chutar se vão continuar tocando as duas músicas, mas que foi um presente ao público, isso foi.


E ao ritmo da acelerada “Nørgaard”, a banda se despediu, conquistando mais fãs e mostrando que seu status de uma das maiores bandas atuais não é a toa. No início do show, Justin disse que era ótimo estar de volta e que tinha esquecido de como éramos barulhentos. Depois desse show, tanto o público como a banda (me arrisco a dizer) aguardam um retorno, e dessa vez acredito que Justin se lembrará de todo o barulho que fizemos. Realmente um dia para não se esquecer e um show para se acrescentar na lista de melhores do ano.

SETLIST
“No Hope”, “Wreckin’ Bar (Ra Ra Ra)”, “Ghost Town”, “I Always Knew”, “Wetsuit”, “Under Your Thumb”, “Tiger Blood”, “Melody Calling”, “All in Vain”, “Post Break-Up Sex”, “All in White”, “Wolf Pack”, “A Lack of Understanding”, “Aftershave Ocean”, “Blow It Up”, “Bad Mood”, “If You Wanna”, “Family Friend”
ENCORE
“Weirdo”, “Teenage Icon”, “Nørgaard”

um comentário

  1. […] época também escrevemos e postamos uma resenha do show e também temos um post reunindo resenhas de outros sites. Se você ainda não leu ou quer […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: